TPM Um guia para sobreviventes
8 de junho de 2016
Pequenos gestos que podem mudar o mundo!
15 de junho de 2016

Estresse ou cansaço? Faça o teste

  1. Às vezes, dados como senhas e números de celulares evaporam da sua cabeça?

Sim  Não

  1. O dia pode ter sido cheio de atividades, mas pegar no sono está longe de ser uma tarefa fácil? Já na cama, você passa boa parte do tempo rememorando as atividades realizadas nas horas anteriores?

Sim  Não

  1. A paciência e a tolerância não têm sido companheiras fiéis – qualquer situação que fuja do seu controle é motivo de sobra para irritá-lo.

Sim  Não

  1. Você teme, de forma exagerada, atravessar a rua ou chegar atrasada no emprego e se sente ameaçada ou perseguida com frequência?

Sim  Não

  1. Em relação à sua resistência física, está correto afirmar que mal consegue se curar de uma gripe e já pega outra?

Sim  Não

  1. As pessoas falam, falam, falam, mas você não consegue focar no o assunto por muito tempo? Além disso, sua concentração também se perde quando decide assistir a um filme ou ler um livro?

Sim  Não

  1. Ao dormir, ao invés de bons sonhos, somente pesadelos terríveis frequentam sua madrugada?
    Sim  Não
  2. Episódios de taquicardia, quando o coração bate de forma bastante acelerada, têm sido comuns?
    Sim  Não
  3. Ultimamente, sua pressão tem estado mais elevada do que o normal?

Sim  Não

  1. Em alguns momentos do dia, sem horário ou situação determinada, sente tremores pelo corpo, principalmente nas extremidades, como mãos e pés?

Resultado:

Some todas as respostas SIM

Até 3 respostas SIM – Cansaço.

Em alguns momentos, como acontece com qualquer mortal, bate aquele desânimo, aquela falta de vigor mesmo. Essa moleza é comum, principalmente em dias de acúmulo de atividades. Uma noite bem dormida basta para recuperar as energias. No entanto, fique de olho na frequência dessa situação, pois pode levá-la à exaustão, ou seja, a um bloqueio para realizar determinadas tarefas pessoais ou profissionais do seu dia-a-dia.

De 4 a 6 respostas SIM – Atenção

Cuidado, se já não está estressada, falta muito pouco para chegar lá. Não existe um espaço de tempo exato – podem ser semanas, meses ou anos – para alguém atingir esse estágio. Se tiver consciência de estar atingindo seu limite físico e mental, reveja sua listinha de atividades diárias. Nos casos mais amenos, acompanhamento psicológico tende a ser uma boa saída para driblar esse  mal.

Acima de 7 respostas SIM ESTRESSE

Em resposta ao estresse, geralmente associado à capacidade de adaptação a situações novas ou a ameaças (concretas ou não), o corpo produz cortisol em excesso, que interfere no sistema imunológico. Esse hormônio é uma arma de defesa do organismo. Porém, fora de controle, provoca ausência de memória, insónia e comprometimento da saúde como um todo. Quadros agudos exigem acompanhamento psiquiátrico para a definição do tratamento – de relaxamento à prescrição de ansiolíticos e até antidepressivos

ATENÇÃO! Seja qual for o resultado do teste, se estiver cansada além da conta, consulte um especialista.

 

Fonte: Revista Viva

Comentários

Produzido por: SdMídia.com.br