Pet ao lado, perigo dobrado

Pet ao lado, perigo dobrado

- em Pets
204
0

É de parar o trânsito! Não tem quem não olhe um cachorro todo alegre pegando um ar na janela do carro ao lado. E o mais interessante, é que os animais, especialmente, os cães, parecem adorar andar de carro. Aliás, falando nisso, lembrei daquele desenho animado Bolt – o super cão, em que o herói aprende esse prazer do mundo canino. Tão fofo…

Mas o que pouca gente sabe e que eu descobri há poucos dias é que um simples passeio transportando animais de estimação soltos dentro do carro pode oferecer riscos ao motorista, à saúde dos bichinhos e ainda gerar multas e pontos na carteira.

Descobri tudo isso em uma reportagem do jornal O Povo Online, de Fortaleza/CE, que transcrevo alguns trechos a seguir:

Assim como as crianças, os animais de estimação também precisam ser transportados com segurança, caso contrário a prática vira infração de trânsito passível de multa de R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). ‘De acordo com o artigo 252, item 2, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), conduzir pessoas, animais ou volumes à esquerda ou entre os braços e as pernas do condutor significa em infração média’, explica Pedro Forte, gerente de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito no Ceará (Detran-CE), destacando que os riscos vão além da infração de trânsito.

‘O animal pode fazer algum movimento brusco, o que chama a atenção do motorista e pode ocasionar acidentes. Outro erro é o passageiro levar o animalzinho no colo, deixando ele com a cabeça para fora do carro. De repente o animal pode querer pular do carro, causando colisões e acidentes mais graves’, alerta Forte.

Ainda segundo o gerente de fiscalização do Detran, o controle sobre esta prática ainda é pequena. ‘Vamos fortalecer a fiscalização nesse sentido’, diz.

Para os caninos, já existem cadeirinhas apropriadas e cintos de segurança, além de caixas de transporte. As cadeirinhas podem ser encontradas a partir de R$ 60, dependendo do modelo. Já os cintos podem ser encontrados a partir de R$ 20 e as caixas podem ser adquiridas a partir de R$ 40.

Lesões
Segundo a médica veterinária, Fabiana Fernandes, além de ser um perigo para o motorista, levar o animalzinho para passear com a cabeça para o lado de fora do carro pode ocasionar lesões ao pet. ‘Ele pode ter uma úlcera de córnea ou até mesmo inflamações nos ouvidos (otites). A velocidade do vento é muito alta e isso prejudica a visão e a audição do animalzinho. Os donos devem evitar esse tipo de prática’, informa a veterinária.

‘Os cãezinhos se assustam com algum movimento na rua e isso pode interferir diretamente na atenção do motorista. É gostoso passear com o animalzinho, mas sempre se deve ter cuidado e isso é uma demonstração de amor para com o seu pet’, alerta Fabiana.

 

Ellen Ramos – Jornalista, amiga e colaboradora do Cada Dia.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Seu sono, sua saúde

Dormir na companhia de bilhões de ácaros é