O Eclipse do Pai
13 de fevereiro de 2019
Assédio moral ou Violência moral no trabalho
20 de fevereiro de 2019

Conhece os desenhos animados que as crianças veem?

O desenho animado é um dos programas favoritos das crianças. Elas são capazes de passar horas e horas na frente da televisão acompanhando as mais divertidas e diferentes histórias. As opções são tão diversas – e cresceram ainda mais com a chegada dos canais a cabo – que grande parte dos pais e educadores não consegue conhecer, acompanhar e avaliar toda a programação. Você, por exemplo, conhece Bing e Bong, dois seres extraterrestres, cujo passatempo favorito é percorrer o universo descobrindo novos mundos? Já ouviu falar no desenho Little Bill, que mostra o dia-a-dia de uma família negra? E nas aventuras da Mike, uma garota sofisticada de Nova Iorque que deixa sua cidade para viver em uma ilha isolada, habitada por esquisitos nativos?

Na verdade, estas são apenas três histórias. O site do Rio Mídia fez as contas e constatou que são exibidos aproximadamente 150 diferentes desenhos animados pelos canais da TV brasileira. O mais curioso é que a produção veiculada é 100% estrangeira. A única exceção fica por conta das histórias da Turma da Mônica, em cartaz no Cartoon Network, há pouco mais de três meses.

De acordo com a psicóloga Raquel Salgado, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), os pais devem se preocupar com o que os filhos assistem, no entanto, esta participação não deve se limitar apenas em definir o que eles podem ou não ver na TV. “É óbvio que nós adultos temos formas diferentes de olhar para um programa. Portanto, o mais importante é o diálogo entre pais e filhos, que possibilitará a troca de valores, de opiniões e de observações”.

Para favorecer e promover este diálogo, o site do Rio Mídia traz a sinopse de alguns desenhos animados da nova safra, veiculados pelas emissoras de canal aberto e fechado do Brasil. O internauta também confere o que especialistas da MULTIRIO levam em conta na hora de avaliar as animações. E em entrevista ao site a psicóloga Raquel Salgado faz uma análise sobre a relação entre as crianças e os cartoons.

Raquel Salgado – Doutora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio),

www.multirio.rj.gov.br

Comentários