Como organizar a casa nova
21 de março de 2018
Filhos e companheirismo
21 de março de 2018

Cuidados com idoso

A pedido de uma leitora, compilei aqui diversas dicas e sugestões para tornar mais confortável e segura a vida do idoso em sua casa. Espero que seja útil. Vou separar o assunto por ambientes.

Quartos:

– Colocar interruptor próximo a cama, para que o idoso não precisa se levantar no escuro para acender a luz. Se possível, coloque um telefone perto da cama;

– As camas devem ser baixas (45 a 50 cm incluindo colchão) de forma que, ao levantar, seus pés toquem o chão. Elas devem ter cabeceira, permitindo encostar; Além disso, devem ser largas para dar maior segurança ao movimento dos idosos ao dormir;

– Faça chão do quarto em piso antiderrapante, sem tapetes ou objetos soltos; (as sandálias e sapatos também devem ser antiderrapantes);

– Colcha / cobertor devem ser presos ao pé da cama, para trazer mais conforto no frio;

– Acima dos 80 anos, evitar uso de mais que um travesseiro;

– Mesa de cabeceira: Altura de uns 10 cm acima da cama, com bordas arredondadas e fixada, evitando seu deslocamento;

– Abajur fixo na mesa ou parede;

– Armários com portas leves e cabideiros baixos; Gavetas com trava de segurança, prateleiras com luz interna ao abrir a porta; puxadores tipo alça;

– Janelas com abertura para dentro ou corrediças;- Persianas são melhores que cortinas (peso e acúmulo de pó);

– Colocar cadeira para facilitar calçar meias e sapatos;

Corredor entre quarto e banheiro e corredores em geral:

– Iluminação acionada no quarto para que a ida ao banheiro à noite seja mais segura;

– Não deve haver objetos ou móveis atrapalhando a circulação; Não devem ser usados tapetes soltos;

– Cuidados com fios elétricos no chão – podem causar acidentes;
Banheiro:

– Iluminação na entrada e chão antiderrapante;

– Barras de segurança no box, lavatório e vaso sanitário; Havendo dificuldade para abaixar para lavar o corpo, colocar um banco no box (alvenaria ou outro material, preferencialmente fixo); Barra de vaso com altura de 30 cm acima do tampo.

– Quando há dificuldade para levantar ou sentar, colocar adaptadores nos vasos sanitários para aumentar a altura do assento do vaso; O assento deve ter largura mínima de 45 cm e 46 cm do piso; Além disso, podem ser colocados corrimãos e barras de apoio;

– Só colocar banheira se houver espaço também para box. A banheira deve ter barras de segurança;

– O ideal é que o box tenha espaço para 2 pessoas, para facilitar ajudar o idoso no banho;

– Box com largura mínima de 80 cm e desnível máximo de 1,5 cm em relação ao piso do banheiro;

– Acrescentar chuveirinho e ducha higiênica manual com altura de 45 cm do piso;

– Qualquer porta objeto deve ser fixo;

– O box deve ser fechado com material inquebrável e porta de correr ou, se não for possível, cortina plástica;

– Torneiras mono comando ou meia volta, alavanca ou célula fotoelétrica;

– Tapetes de borracha com ventosas e de boa qualidade; Por experiência, sugiro testar o tapete molhado antes de colocá-lo no banheiro do idoso;

– Porta toalha deve estar o mais próximo do box, com altura de mais ou menos 1,30m.

– Bancadas com altura entre 80 e 85 cm;

– A pia deve ter ralo protetor;

– Evite prateleiras de vidro e superfícies cortantes; Armários e estantes devem estar na altura da cintura ou peito;

– As tomadas e os interruptores devem estar no alto e em área seca;

– Acrescente Espelho iluminado, espelho de aumento;

– Recipientes para escovas, remédios, etc, em material inquebrável;

– No caso de idoso com problemas que afetem sua memória e nível de consciência, retire a tranca do banheiro e instale a porta abrindo para fora;
Ambiente externo / Entrada:

– Acesso sem barreiras;

– Piso áspero, com marcações do caminho;

– Porta com vão igual ou maior que 80 cm;

– Maçanetas tipo alavanca; Fechadura sobre a maçaneta; Trincos deslizantes;

– Evitar desníveis. Sendo impossível, fazer rampas, usar tapetes presos;
Cozinha:

1) Pia e bancada: Altura entre 85 e 90 cm; Torneiras de fácil manuseio (1/2 volta, alavanca ou monocomando); Armários não muito altos. Os objetos mais pesados devem ficar em prateleiras mais baixas e os mais usados em locais de mais fácil acesso; Gavetas com fácil abertura e trava de segurança; Evite prateleiras de vidro e superfícies cortantes; Armários e estantes devem estar na altura da cintura ou peito;

2) Fogões com botões na parte da frente e sistema que feche o gás automaticamente se a chama se apagar;

3) Manter luvas térmicas e suportes para utensílios quentes à mão;

4) Aquecedor deve estar fora da cozinha e se houver bujão de gás, fora de casa;

5) As prateleiras devem permitir acesso sem necessidade de levantar muito os braços;

6) Use o máximo de utensílios de plástico ou metal;

7) Micro ondas devem ter fácil acesso e permanecerem desligados quando não usados;

Área de Serviço:

-O tanque e a tábua de passar devem ser adequados para uso na posição sentada (75 cm);

– As tomadas devem estar a 1 a 1,20 m do chão;

– Evite escadas dobráveis

– Os pisos devem ser antiderrapantes;

Sala de Estar / jantar:

– Se o idoso tem dificuldade de visão, coloque lâmpadas mais fortes;

– Mantenha a circulação livre de obstáculos e prefira móveis com cantos arredondados;

– As poltronas e sofás devem ter por volta de 50cm de altura e com design que facilite sentar e levantar. Profundidade: 70 a 80 cm. Os assentos não devem ser muito macios;

– As cadeiras devem ter encosto alto e apoio lateral; Mesas de apoio devem ter altura média de 60 cm;

– Estantes devem ter prateleiras fixadas e fáceis de serem alcançadas;

– A mesa de jantar deve ter altura de 75cm e bordas arredondadas; Prefira não usar tapetes soltos e cadeiras sem braço; Tenha bom espaço para circulação em volta da mesa;

– Tenha interruptores de luz nas entradas e saídas dos ambientes;
Escadas e Circulação:

– Corrimão – altura média de 80 cm, indo além do último degrau; Prefira escadas retas às curvas, que apresentam degraus estreitos nos cantos, o que pode causar acidentes, principalmente para idosos; A altura ideal para os degraus é em torno de 15 cm;

– Use fita antiderrapante nos degraus; demarque e ilumine muito claramente o início e fim da escada; Sempre prefira rampas à escadas; As rampas devem ter um declive de 10% no máximo;

– Se o idoso tem dificuldade de visão, coloque lâmpadas mais fortes;

– Mantenha a circulação livre de obstáculos e prefira móveis com cantos arredondados;

– As poltronas e sofás devem ter por volta de 50cm de altura e com design que facilite sentar e levantar. Profundidade: 70 a 80 cm. Os assentos não devem ser muito macios;

– As cadeiras devem ter encosto alto e apoio lateral; Mesas de apoio devem ter altura média de 60 cm;

– Estantes devem ter prateleiras fixadas e fáceis de serem alcançadas;

– A mesa de jantar deve ter altura de 75cm e bordas arredondadas; Prefira não usar tapetes soltos e cadeiras sem braço; Tenha bom espaço para circulação em volta da mesa;

– Tenha interruptores de luz nas entradas e saídas dos ambientes;

Escadas e Circulação:

– Corrimão – altura média de 80 cm, indo além do último degrau; Prefira escadas retas às curvas, que apresentam degraus estreitos nos cantos, o que pode causar acidentes, principalmente para idosos; A altura ideal para os degraus é em torno de 15 cm;

– Use fita antiderrapante nos degraus; demarque e ilumine muito claramente o início e fim da escada; Sempre prefira rampas à escadas; As rampas devem ter um declive de 10% no máximo.

Comentários