Bulimia: não engula essa
4 de Abril de 2018
Finanças do casal: sem medo de falar em dinheiro
11 de Abril de 2018

Cuidados com a voz

Enfraquecimento ou perda da voz no final do dia, quebras na voz, rouquidão, dificuldade em modular a voz, diminuição do volume da voz, voz mais grave do que no início da profissão, respiração curta enquanto fala, dor e sensação de queimação na garganta, esforço para falar e tosse seca. Estes são alguns dos sintomas de que há problemas com a voz. Eles podem ter início rápido ou se instalar progressivamente, e a consulta a um médico otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo é necessária caso permaneçam por mais de 15 dias, sem relação com gripes ou resfriados. 

A voz é produzida na laringe através da vibração das pregas vocais – também popularmente conhecidas como cordas vocais – que realizam seu movimento graças ao fluxo de ar que vem dos pulmões (expiração) e à ação dos músculos da laringe. O som vai se modificando nas cavidades que funcionam como alto-falantes: faringe, cavidades bucal e nasal e seios da face. A estas modificações dá-se o nome de ressonância.

 Relaxe e respire

Para preservar as cordas vocais é preciso desenvolver técnicas de relaxamento, respiração e impostação, utilizando corretamente o aparelho fonador. Além disso, é possível preservá-la …, controlando o volume, não gritando e diminuindo, sempre que possível, os ruídos ambientais…

É importante também ter atenção à postura, mantendo-se relaxado, com a cabeça e o corpo retos, sem tensão, e com alguns cuidados diários… Evite também fumar.

DICAS PARA CUIDAR DE SUA VOZ

  • Evite gritar ou falar durante muito tempo.
  • Evite se expor a mudanças de temperatura, tomando cuidado,  inclusive, com bebidas geladas.
  • Evite pigarrear ou tossir constantemente, pois este hábito promove o atrito entre as pregas vocais.
  • Evite bebidas alcoólicas em excesso. Como atuam como anestésicos, aparentemente melhorando a voz, mascaram seu abuso. O mesmo acontece com sprays e gengibre.
  • Beba bastante água, principalmente em ambientes com ar condicionado.
  • Evite falar em ambientes muito ruidosos.
  • No caso de alergias, evite exposição à poeira, gás e cheiros muito fortes.
  • Não fume, pois o fumo irrita a mucosa do aparelho fonador, especialmente as pregas vocais.
  • Cuide de sua saúde como um todo, pois problemas no seu corpo podem influenciar na produção da voz.
  • Mastigue bem os alimentos, evitando aqueles muito condimentados.
  • Evite também achocolatados e derivados do leite antes do uso profissional da voz, já que eles aumentam a viscosidade do muco no trato vocal.
  • Enquanto estiver falando, mantenha a postura do corpo reta, principalmente a cabeça.
  • Realize exercícios de aquecimento vocal indicados por um fonoaudiólogo.

 

www.conexaoprofessor.rj.gov.br – Título original Voz: cuide do seu principal instrumento de trabalho.

Comentários

Produzido por: SdMídia.com.br