Um olhar para si mesmo.
23 de janeiro de 2019
Estudo revela impactos emocionais da dor crônica em mulheres
6 de fevereiro de 2019

Filosofia

Duração

08 semestres, conforme sugestão da unidade para o cumprimento do currículo pleno, sendo o prazo máximo de integralização 12 semestres.

Atuação

Esta é a carreira certa para as pessoas que procuram respostas para os porquês que afligem a Humanidade. Cada vez mais inseridos no mercado de trabalho, os Filósofos ajudam a trazer para o mundo real questões como ética, consciência, pensamento, razão, direito, natureza humana e existência. Com formação interdisciplinar, o Filósofo transita tanto no mundo dos autores e pensadores antigos quanto nas polêmicas atuais que envolvem questões éticas, tais como guerras, transgênicos e clones humanos.

Mercado de trabalho

Na sala de aula e também nas empresas
Quem escolhe a Filosofia como profissão pode seguir dois caminhos: o bacharelado e a licenciatura. A última permite ao profissional ministrar aulas no ensino médio, alternativa bastante procurada pelos estudantes de Filosofia. O profissional que tiver feito apenas o bacharelado pode voltar à universidade para cursar o ano de licenciatura, mesmo que já tenha se formado há vários anos.

O veto ao projeto de lei que instituía o ensino de sociologia e Filosofia no ensino médio barrou a abertura de um ótimo campo de trabalho para os graduados na área. Mesmo assim, algumas escolas resolveram incorporar as disciplinas ao currículo, como matéria optativa ou como um diferencial na formação de seus alunos.

O profissional da área de Filosofia também pode dar aulas em universidades e faculdades, mas neste caso a pós-graduação é necessária. A carreira acadêmica é uma opção forte na vida profissional dos Filósofos, que não raro têm cursos de mestrado e doutorado.

Várias empresas e instituições privadas já começam a contratar os profissionais formados em Filosofia para fazer parte de seus quadros. Nos Estados Unidos é comum encontrar estes profissionais ocupando cargos em direção de escolas ou assessorando gabinetes ou fundações que desenvolvam políticas culturais.

Algumas editoras brasileiras contratam bacharéis e professores de Filosofia para organizar e coordenar a edição de coleções temáticas de livros – geralmente voltados para a divulgação de autores importantes ou o debate de assuntos polêmicos da atualidade.

Os bacharéis em Filosofia não contam com uma associação ou federação específica para representá-los. Como muitos tornam-se professores de ensino médio, inclusive em outras disciplinas, os sindicatos dos professores estaduais acabam cumprindo este papel.

Já os que seguem o caminho da pesquisa científica podem associar-se à Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (Anpof)

Maiores Informações

http://www.sr1.ufrj.br/CatGrad2002.pdf
http://www2.uerj.br/~dep/
http://www.comvest.unicamp.br/cursos/Filosofia.html

Comentários