Vamos falar de sexo?
6 de junho de 2018
Educação Financeira
13 de junho de 2018

Medicina Veterinária

Duração:

10 semestres, conforme sugestão da unidade para o cumprimento do currículo pleno, sendo o prazo máximo de integralização 12 semestres.

Atuação:

Zelar pela saúde de um paciente que não pode explicar o que está sentindo: essa é a principal tarefa do médico-veterinário. Seja o cãozinho de estimação ou o puro-sangue campeão, ele estará cuidando de um patrimônio de valor inestimável, pois envolve questões afetivas e econômicas.

Mercado de trabalho:

Controle de qualidade. Pelo menos dois mil recém-formados ingressam no mercado de medicina veterinária a cada ano e muitos deles desembarcam de cursos universitários que não oferecem um preparo adequado às exigências da profissão. A situação acionou os alarmes entre as entidades do setor, e o Conselho Federal de Medicina Veterinária decidiu realizar, a partir de 2002, o Exame Nacional de Certificação Profissional, que dará aos aprovados a permissão para o exercício da atividade no país.

O exame representa o mesmo controle de qualidade promovido entre os advogadoe e contabilistas, justifica José Alberto Pereira da Silva, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo. O dirigente queixa-se da excessiva concentração da categoria em alguns Estados, levando à saturação do mercado. Apenas em São Paulo, há cerca de dois mil consultórios, clínicas e hospitais veterinários, além de pet-shops.

Ricardo Coutinho, presidente da Associação Nacional dos Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, concorda que a categoria está mal distribuída, localizando-se principalmente nas grandes cidades da Região Sudeste. Há muitas oportunidades em pequenas cidades paulistas, onde recém-formados adquirem um padrão de vida que seus colegas da capital certamente não têm.

Coutinho também ressalta as perspectivas de trabalho no Nordeste. Lá, o profissional pode se destacar, desde que ofereça, em sua clínica, serviços que o diferenciem, como ultra-som e raios X.

O potencial de emprego do setor público é enfatizado por Solange Maria Gennari, presidente da Comissão de Graduação da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Ela aponta a importância de áreas como o controle da saúde animal – que envolve medidas como vacinação e aconselhamento dos produtores – e da inspeção de produtos de origem animal. No entanto, apesar do tamanho da nossa agropecuária, há poucos concursos para contratação de profissionais em todo o país.

Maiores Informações:

http://www.ufrrj.br/
http://www.snagricultura.org.br/cursos_vet.htm

Comentários