Letras
5 de setembro de 2018
Esclarecimentos sobre a influenza A (H1N1)
12 de setembro de 2018

O que é celulite

A celulite Lipodistrofia Ginóide é um problema que ocorre principalmente no organismo feminino. Atinge até 95% das mulheres, principalmente nas fases sujeitas a alterações hormonais como a puberdade, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais.

As regiões mais atingidas pela celulite são aquelas onde as mulheres costumam acumular mais gordura: abdomem, quadris, culotes, nádegas, coxas e pernas.

Qual é a sua origem ?
É multifatorial: predisposição hereditária, alterações enzimáticas, má alimentação, distúrbios hormonais, sedentarismo e inclusive o aumento do estresse.

O aumento de gordura pressiona os vasos causando inchaço e má circulação local, levando à inflamação do tecido e formando cicatrizes (furinhos). Essas cicatrizes mais o acúmulo de líquido formam uma “elevação” com aparência de casca de laranja.

Como se forma?
Em nosso organismo, determinadas células, chamadas adipócitos, têm a função de acumular energia, sob a forma de gordura, para ser usada quando necessário. Essas células estão localizadas na hipoderme, a camada mais profunda da pele, a qual apresenta fibras ligando a superfície ao tecido mais profundo, como se fosse um colchão de molas. Estas pontes fibrosas repuxam a pele para baixo, dando o aspecto de “furinhos”, que é característico da celulite.

Além disso, uma alteração circulatória com acúmulo de líquidos e proteínas nas células de gordura (devido a hereditariedade, as alterações hormonais e enzimáticas) levam a uma modificação da textura do tecido subcutâneo e, posteriormente, uma irregularidade da superfície da pele, que leva ao aspecto visual de “casca de laranja”.

A celulite pode estar, ou não, associada à obesidade. Com o aumento do peso e o conseqüente aumento das células gordurosas, se acentua o repuxamento das fibras. A compressão dos vasos sanguíneos e linfáticos leva à formação de edema (inchaço) e fibrose. Nesse estado, a celulite se torna mais grave, formando áreas endurecidas e nodulares, podendo ocorrer inflamação e dor local.

Quais são os estágios da Celulite?
Para efeito de classificação, a celulite pode ser dividida em:
• Grau 1: Quase imperceptível e unicamente circulatória. os furinhos só são percebidos quando a pele é comprimida. Podendo acometer até mesmo em crianças, sendo mais comum nas adolescentes.

• Grau 2: As células gordurosas começam a ficar maiores os furinhos já são percebidos sem comprimir a pele. Já se percebe uma ondulação ao passar a mão sobre a pele, já, sendo possível sentir alguns nódulos.

• Grau 3: As irregularidades são visivelmente notadas. A pele tem aspecto parecido à casca de laranja. Ocorre sensação de peso e cansaço nas pernas.

• Grau 4:os nódulos são bastante perceptíveis e têm consistência endurecida, a circulação já está comprometida, demonstrando que já houve formação de fibrose. Há presença de dor

Quais são os tratamentos?

• Accent: Trata-se de um aparelho de radiofreqüência (similar ao Thermacool), que emite radiação eletromagnética de alta frequência (40,68 MHz), promovendo a melhora da celulite, gorduras localizadas e da flacidez. Também é recomendado para o rejuvenescimento da face (flacidez e elasticidade da pele).

• Carboxiterapia: Moderna técnica na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo utilizando-se uma agulha muito fina, melhorando a circulação e oxigenação dos tecidos e promovendo o combate da celulite, gordura localizada e flacidez.

• Mesoterapia: Substâncias são diretamente injetadas nos locais afetados, estimulando a quebra da gordura,e dificultando seu acúmulo, além de facilitar a sua reabsorção, diminuindo o edema. Melhoram também a circulação sanguínea.

• A drenagem linfática: A massagem estimularia a reabsorção do edema da celulite para os canais linfáticos, que levam os líquidos dos tecidos para as veias, ajudando a reabsorver a água e a gordura acumuladas no tecido subcutâneo. A drenagem linfática somente ajuda a reabsorver a gordura “quebrada” primeiramente por algum procedimento médico invasivo.

• cremes : Indicados como coadjuvantes. Em sua composição, substâncias levariam à quebra da gordura, estimulação do fluxo sanguíneo e drenagem linfática, além da suavização da superfície da pele.

A celulite não tem cura definitiva, mas pode-se conseguir um resultado melhor e mais duradouro quando incluímos tratamentos combinados. As mudanças nos hábitos alimentares, orientados por especialistas, também são importantes.

Como evitar?

• Reeducação alimentar adequada.

Como a obesidade está relacionada com uma piora da celulite, evite estar acima do seu peso ideal.

• Atividade física.
Para queimar calorias e evitar o acúmulo de gorduras, você precisa de exercício que seja prazeroso. Caminhar ao ar livre, pedalar, ginástica, natação…

• Água.
Beba de 2 a 3 litros por dia. Estimula a função renal e a eliminação de toxinas.

• Emocional.
O stress leva a um desequilíbrio de todo o organismo,

• Não fume.
O cigarro prejudica a circulação do sangue, retendo toxinas e dificultando a oxigenação dos tecidos.

• Cuidado com o sal.
Aumenta a retenção de líquidos no organismo.

 

http://www.clinicadepele.com.br/portugues/index2.html

Comentários