Recomeçar
10 de outubro de 2018
Câncer – Mitos e boatos
10 de outubro de 2018

Os dez mandamentos das finanças de sucesso

Close-up of male hands using calculator. Unrecognizable accountant holding pen when pushing button on calculator. Finance concept

1) Planeje seus gastos para conhecer seus limites de consumo. Sair gastando por aí não é uma ótima opção, o interessante é que você tenha uma planilha ou algo similar de forma que você visualize seus gastos pelo menos próximos seis meses. (baixe o modelo clique AQUI)

2) Controle seus impulsos de consumo. Ir ao supermercado com crianças, com fome, ajuda a impulsionar seus gastos, sua atenção acaba estando voltado para os supérfluos e guloseimas.

3) Não tenha um padrão de vida maior do que suas posses. Sempre queremos passar a impressão que estamos bem mesmo que a real situação seja contrária. Viva de acordo com suas possibilidades, colecionar faturas de cartões de créditos e limites de bancos estourados não é a melhor opção.

4) Não pague juros maiores do que os que recebe de seus investimentos. Comprar um produto que custa R$100,00 e pagar prestações de 15x de R$10,00, só pra quem gosta de colecionar parcelas, não para um bom controlador financeiro. Fique atento aos juros

5) Poupe para garantir aquisições futuras. Planeje aquela compra que você sonha, a troca de carro, poupe, faça reservas, no ato da compra você vai precisar para a final negociação. Não tenha preguiça de fazer cálculos, avalie e pense que uma poupança será útil pro amanhã.

6) Jamais despreze “impossibilidades”. Você tem a certeza de que estará empregado amanhã? Caso eu fique, você tem o suficiente pra se  manter até quando?

7) Resista à tentação de gastar as reservas da poupança. Sabe aquela vontade de comprar isso ou aquilo porque ta super barato e é a oportunidade única? Pois é, isso pode ser uma armadilha, ainda mais se você não se programou pra essa compra ou trata-se de algo que no dia seguinte você fatalmente reconhecerá que era desnecessário. E normalmente quando não programamos essa compra, acabamos tirando os valores de nossas reservas.

8) Informe-se bem antes de investir. As vezes nos achamos os “investidores” e começamos a adquirir títulos de capitalizações, até mesmo vender um imóvel pra aplicar. Cuidado, avalie bem antes seu perfil de investidor, analise os riscos, a moderação tem lá suas vantagens.

9) Jamais despreze pequenos valores. Aquele famoso ditado em nossos dias tem um grande significado “cuide dos centavos que os reais deles mesmo cuidam.” Ignorar valores pequenos é outra armadilha, é de grão em grão que seu bolso fica vazio.

10) Jamais despreze uma boa negociação de preços. Pesquisar, pechinchar, hoje em dia trás bons resultados, não tenha vergonha de “brigar” por descontos com os vendedores, se for pagar a vista é possível que você vá mais além.

 

Carlos Correia é amigos e colaborador do Cada Dia. Atua no setor RH e Financeiro e palestrante sobre finanças pessoais.

Comentários