Especialista dá dicas de combate e prevenção de estrias
3 de abril de 2019
Gravidez: atividade física, alimentação e sexualidade
4 de abril de 2019

Relações Públicas

Duração

08 semestres, conforme sugestão da unidade para o cumprimento do currículo pleno, sendo o prazo máximo de integralização 12 semestres.

Atuação

Ainda tem gente que não sabe exatamente qual é a função de um relações-públicas, mas a verdade é que esse profissional nunca foi tão valorizado como hoje. Longe de ser apenas um promotor de eventos ou porta-voz, o RP ajuda a empresa a traçar estratégias de atuação e ainda cuida de sua imagem. É também o responsável pelo bom relacionamento das companhias com diferentes públicos: empregados, clientes, fornecedores, governo e comunidade.

Mercado de trabalho

Atuação ampliada
O mercado de trabalho oferece boas oportunidades para o profissional de relações públicas, embora tenha se tornado, nos últimos anos, muito mais competitivo e exigente quanto à formação do RP. É cada vez mais imprescindível, por exemplo, que ele tenha no currículo bons cursos de especialização e pós-graduação.

O relações-públicas deve também ter amplo conhecimento de Administração e de como funcionam todas as áreas que envolvam comunicação (marketing, assessoria de imprensa, recursos humanos). Além, é claro, de conhecer profundamente o setor produtivo ao qual pertence a sua empresa.

Entre as atribuições do RP estão a coordenação de campanhas de propaganda e a produção de boletins internos. Esse profissional também lidera, dentro das companhias, atividades de estímulo aos funcionários, como os programas de integração. Outra importante incumbência é a de esclarecer e orientar os consumidores e a comunidade.

Segundo o sindicato do setor, uma das áreas que mais têm crescido é a de atendimento ao consumidor, com a contratação de profissionais de relações públicas para exercer o cargo de ombudsman, o profissional que atua como intermediário entre o consumidor e a empresa, recebendo sugestões e críticas.

A profissão, que está quase completando um século no Brasil, tem crescido muito nos últimos anos. Hoje existem cerca de 8 mil relações-públicas registrados no país. São Paulo concentra o maior número desses profissionais, quase todos trabalhando em empresas privadas.

Os outros estados com maior número de RPs são Distrito Federal, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

O registro no Conselho Regional dos Profissionais de Relações Públicas é obrigatório para o exercício da profissão. Existem hoje no Brasil 72 cursos de relações públicas concentrados principalmente nas regiões Sul e Sudeste do país. São 2,8 mil profissionais que chegam anualmente ao mercado.

Maiores Informações

http://www2.uerj.br/~fcs/graduacao/rp.htm
http://www.unisinos.br/graduacao/rp/

Comentários